ECONOMIA ALERTA QUE AMPLIAÇÃO DO CORONAVOUCHER VAI CUSTAR MAIS 51 BILHÕES

ECONOMIA ALERTA QUE AMPLIAÇÃO DO CORONAVOUCHER VAI CUSTAR MAIS 51 BILHÕES
Waldery Rodrigues - Foto

O secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues, disse há pouco que a prorrogação do coronavoucher por mais dois meses terá custo adicional de R$ 51 bilhões.

O cálculo considera uma redução do valor do auxílio emergencial de R$ 600 para R$ 300.

“Nós temos o auxílio emergencial, que tem um custo de R$ 151,5 bilhões em três parcelas. Dá uma média de R$ 51 bilhões por mês. Isso a um valor de R$ 600. Se tivermos a prorrogação de duas parcelas com valores menores, que somem R$ 600, estamos falando de algo como R$ 51 bilhões. A soma do programa como um todo ficaria em torno de R$ 203 bilhões. Esse número é substancial.”