EM LONDRES OS POLICIAIS REMOVERAM A PROTEÇÃO DA ESTÁTUA DE CHURCHILL, PERMITINDO QUE ELA FOSSE VANDALIZADA

Também seguiu ordens da multidão para interceptar o homem que removeu os sinais do BLM.

EM LONDRES OS POLICIAIS  REMOVERAM A PROTEÇÃO DA ESTÁTUA DE CHURCHILL, PERMITINDO QUE ELA FOSSE VANDALIZADA

A estátua do icônico líder de guerra da Grã-Bretanha foi vandalizada por bandidos do Black Lives Matter ontem, com o nome de Churchill riscado e substituído por grafite que dizia "era racista".

Imagens de vídeo mostram que um grupo de jovens chegou antes que a estátua fosse desfigurada para formar um círculo protetor em torno dela.

"Manifestantes" reagiram cantando que Churchill era racista.

Algumas horas depois, os homens que protegiam a estátua foram vistos sendo deliberadamente removidos pela polícia.

Dentro de uma hora, a estátua havia sido vandalizada pela multidão, com a polícia não fazendo nada para intervir.

No final do dia, um homem de boné chato aproximou-se da estátua e removeu as placas BLM colocadas ali.

Ele foi então alvejado pela multidão, que gritou "racista", e a polícia imediatamente começou a segui-lo, presumivelmente para removê-lo da área.

Tudo isso aconteceu, apesar do fato de vários policiais terem sido perseguidos, terem objetos jogados contra eles e terem sido atacados pela multidão durante a noite.

Enquanto isso, em Bristol, outra estátua foi derrubada e jogada no rio por uma multidão estridente de pessoas da classe média, principalmente brancas.

A polícia disse depois que tomou uma "decisão tática" para permitir que a multidão a derrubasse.

Outro manifestante em Londres também tentou incendiar a bandeira britânica.